Casamento Boho Chic: Marina e Diogo

0 Compartilhados
0
0
29
0
0
0

Essa história é a prova de que é possível sim ter sorte no jogo e no amor!

Eles se conheceram através do poker a mais ou menos 10 anos atrás em um Home Game de amigos. Desde então o poker tem feito parte da história desse casal e marcado momentos muito especiais.

“Foi jogando poker na Liga Toledo (clube que o noivo era dono) que nos reencontramos, 4 anos atrás. Foi num torneio de poker do Cassino 7 saltos, em Salto Del Guairá no Paraguai, que rolou o pedido de namoro. Foi nesse cassino também que fizemos nosso ensaio Pré Wedding e foi numa viagem para Cancún que o Diogo ganhou (adivinha, no poker!) que ficamos noivos”

Já imaginou ganhar uma viagem para Cancún e ainda ficar noiva nesse paraíso? Isso que é sorte, não é mesmo?

“Havia um ranking anual onde o melhor jogador do ano ganhava uma viagem para Cancun com acompanhante, foi muito legal! ”

Os preparativos

Eles organizaram o casamento com cerca de dois anos. Tudo feito e escolhido a dedo pela noiva que literalmente colocou a mão na massa e se envolveu em cada detalhe desse dia.

“Fiz tudo sozinha, escolhi a dedo todos os fornecedores, todos os itens personalizados, todas as cores todas as flores, texturas, cada garrafa de bebida e cada docinho foi escolhido e comprado por mim! ”

O estilo Boho Chic

Para compor a decoração do casamento (que por sinal ficou maravilhosa) eles apostaram no estilo Boho Chic.

“Muita madeira e folhagens, desde o convite que foi impresso na madeira com a identidade visual aquarelada nele, com detalhes de flores rústicas (nenhum item branco no casamento, até o meu vestido era nude, com renda off White). ”

O grande dia

Eles se casaram em agosto/2019, em Toledo-PR. A cerimônia e recepção foram realizadas no mesmo local, pensando no conforto e comodidade dos convidados e familiares que vieram de fora, por isso eles escolheram um hotel para o “SIM”.

Personalizando esse momento

E como o poker tem tudo a ver com a história do casal, também não podia ficar fora desse momento tão especial, não é mesmo?

“Então fizemos alguns itens do casamento meio que temáticos em relação ao poker, por exemplo o domínio do site e a hashtag que usamos nas fotos: “ggmarinaediogo”.

Utilizamos a gíria “GG” ou “good game”, quando acaba um torneio para um jogador, que significa: “foi um bom jogo” essa é a nossa versão do famoso “game over” usado nos casamentos. Jogamos muito, jogamos bem, mas agora essa fase acabou, e uma nova se inicia, juntos (é claro que o jogo de poker continuará rsrs).

Nossas lembrancinhas também foram fichas poker personalizadas, e fizemos uma mesa de poker personalizada para o casamento, já que 70% dos convidados eram jogadores. Foi muito divertido e não ficou vazia nem um minuto a mesa!”

Animação total na festa de casamento!

“E o que o pessoal mais gostou e foi muito legal (além da mesa de poker) foi que subimos no palco para cantar!

Meu noivo era vocalista de uma banda de rock quando adolescente, ele cantou várias músicas com a banda do casamento (o repertorio todo foi rock) e para fechar me chamou para cantar a última com ele: what a wonderful world versão do Joey Ramone, a galera pirou.”

Detalhe especial: meus doces que foram feitos em formatos diferentes e pintados à mão para compor uma mesa mosaico.

Fornecedores

Fotografia: Rodrigo Vipych

Você também vai gostar